A hipersensibilidade dentinária é aquela dorzinha chata ou até exagerada, quando se toma algo gelado, come doce ou escova os dentes. Ela ocorre quando há exposição da dentina (tecido mais profundo do dente). A dentina é sensível, e em condições normais é protegida das variações de temperatura pelo esmalte dental. Quando a gengiva “desce”, por trauma ou perda precoce de elementos dentários, expõe a dentina da raiz, ocorrendo a recessão gengival, transformando qualquer estímulo em sensação dolorosa. Bebidas ácidas, como vinhos, sucos cítricos, suco de maçã e iogurte são capazes de gerar hipersensibilidade dentinária.

A perda da estrutura dentária aumenta caso a escovação dentária seja feita imediatamente após a ingestão de bebidas ácidas. Devemos, então, esperar um tempo entre a ingestão desses alimentos e a escovação dos dentes. Qualquer tratamento pode falhar se esses fatores não forem controlados. Tratamentos:

  • Uso domésticos de cremes dentais para dentes sensíveis. Estes produtos podem selar os túbulos microscópicos encontrados na dentina que levam o estímulo até as células nervosas do dente, através da deposição de minerais. Entretanto, nem todos os pacientes tem sucesso absoluto com estes produtos, mas observam uma melhora significativa.
  • Aplicação de produtos desensibilizantes pelo cirurgião dentista;
  • Restauração da área exposta, pelo cirurgião dentista;
  • Cirurgia gengival para recobrimento radicular, especialmente quando há recessões grandes e que prejudicam a estética;
  • Lazerterapia, pelo cirurgião dentista.

 

Dra. Márcia da Rosa Schuch

CRO/RS 14.910

Especialista em Ortodontia