Você sabe o que significa o termo reabilitação oral?

Pacientes que perdem os dentes devem ser reabilitados o quanto antes. Dessa maneira previne-se a perda dos tecidos de suporte (gengiva e osso) e a migração dos dentes vizinhos, tornando o tratamento menos complexo.

No entanto, quando a perda dos dentes leva a reabsorção do osso alveolar e colapso dos tecidos moles, defeitos anatômicos surgem. Além disso, a movimentação dos dentes adjacentes causa desequilíbrio na oclusão (mordida).

As consequências mais comuns dessas alterações são: dor e dificuldade para mastigar, estalos e dor na articulação têmporo-mandibular bem como problemas estéticos. Dessa maneira, o tratamento desses pacientes vai muito além da reposição dos dentes perdidos através de próteses, mas sim procuram devolver ao paciente a função e a estética perdidas.

O processo de reabilitação oral, dada sua complexidade, requer um criterioso diagnóstico e planejamento. O tratamento é dividido em etapas, iniciando com os procedimentos emergenciais e de adequação bucal, passando pela ortodontia para devolver os espaços e reposicionar os dentes de maneira mais favorável, procedimentos cirúrgicos (enxertos e instalação de implantes osseointegrados) e por fim próteses e restaurações definitivas. Ao final do tratamento, revisões periódicas são necessárias para garantir a longevidade dos trabalhos.

Ao reabilitar um paciente estamos devolvendo a ele não somente dentes perdidos, mas sim função e estética contribuindo para a sua qualidade de vida, saúde e bem estar.

 

Dr. Ruy Hartmann

CRORS 12224

 

Este artigo é de responsabilidade do autor

 

Dúvidas:abonh@abonh.com.br/Acesse: www.abonh.com.br

A ABO-NH DESEJA À TODOS UMA ÓTIMA SEMANA!